• 09 set 2009
  • Postado por Tiago

Perdas aquisitivas dos aposentados

Os reajustes aplicados à aposentadoria estão cada vez mais distantes dos aumentos promovidos no salário mínimo. A ponto de especialistas já apontarem uma tendência de que, em um futuro próximo, todos os aposentados estejam recebendo o piso salarial vigente no país, independentemente do tempo e valores contribuídos durante a vida profissional. Se continuar essa diferença entre os reajustes, daqui a pouco todas as pessoas vão receber um salário mínimo como aposentadoria. Uma vergonha.

Zombarias

Zombarias, piadas de mau gosto, gestos, violências verbais e sexuais. Destacaram-se as bem conhecidas atuações públicas de alguns senadores da República, de juízes do Supremo. Além disto, em todos os casos, problemas de ordem moral foram escancarados para quem quis ver.

Cartão vermelho

Sem dúvida, é preciso dar um cartão vermelho a um sistema, onde, mesmo se o crime é público e notório, aplica-se a chicana jurídica e se absolvem criminosos, se as provas não são tecnicamente convincentes ou manipuladas.

Rodovia Caminhos da Neve

O governador Luiz Henrique assegurou o desembolso de R$ 9 milhões ainda este ano para a obra de pavimentação asfáltica da rodovia Caminhos da Neve (SC-430), ligando a Serra Catarinense à Serra Gaúcha. A obra é considerada prioritária para o desenvolvimento do turismo e a melhoria da competitividade dos produtores de maçãs da região serrana.

Esta obra é estratégica

Dentro do projeto acorde, um plano para revitalizar todo o potencial de São Joaquim, garantindo a criação de oportunidades de geração de emprego e renda para a população. A rodovia liga o município catarinense a Bom Jesus, na Serra Gaúcha. A obra está orçada em R$ 39 milhões.

O PAC pirou

Com corte anunciado pelo governo federal de 50% da verba do PAC que vinha para Santa Catarina, imagino aqueles projetos faraônicos, tipo ferrovia, rodovias de integração, etc., onde serão colocados? Justo numa reta final de decisões de quem seriam os candidatos a governo e legislativo? E o PMDB que apoia o Lula, onde anda nesta hora? Isto é golpe mortal na nossa economia. Cuidado.

Inversão de valores

O poder executivo é tomado de assalto por uma horda de pessoas incompetentes, na sua maioria sem qualificação para exercer as funções para as quais foram impostas, em virtude de injunções políticas. O presidente executa seu poder controlando ditatorialmente não só seus colegas ministros subordinados, como integrantes de outros poderes, em especial do Legislativo. A corrupção campeia sem qualquer controle.

Este país precisa voltar a ser sério

Os compromissos morais e éticos devem ser cumpridos. O povo deve ser respeitado e não humilhado pelos detentores do poder político. As denominadas entidades defensoras dos direitos humanos notabilizam-se em proteger monstros estupradores, assassinos, assaltantes, enquanto a polícia é acuada pelos marginais.

Bandidos de alta periculosidade

Comandam o crime organizado em presídios de segurança máxima, comandam rebeliões sangrentas, matam agentes penitenciários, saem quando querem e são protegidos por autoridades governamentais. A nossa juventude é contaminada por meios de comunicação: perversões sexuais, apologia ao crime e descriminalização das drogas.

A educação

No nível básico, médio ou superior é destruída progressivamente. O ensino público é sucateado e o ensino privado torna-se um balcão de negócios. O sistema educacional forma “analfabetos funcionais”.

O saneamento é ignorado

Afinal, cano enterrado para esgoto fica escondido e não dá voto. A insegurança predomina nos principais centros urbanos do país, a carga tributária aumenta a cada ano. O desemprego e o subemprego tornam-se cada vez mais preocupantes, devido às precárias condições de trabalho e ao baixo nível de remuneração das vagas surgidas.

O MST e assemelhados

Continuam a invadir propriedades produtivas, cometendo toda sorte de crimes, sem punição. Recebem recursos vultosos de toda ordem de entidades governamentais, sob diversos pretextos, sem qualquer necessidade de comprovação dos gastos efetuados.

Aumento de impostos

É a única proposta que o governo apresenta. O governo quer fazer as coisas somente à custa do povo; não quer organizar, saber onde estão os defeitos, corrigí-los ou cortar gastos de outras áreas. A prioridade deveria ser a criação de emprego e renda. Só se gera emprego e renda com desenvolvimento. E só se tem desenvolvimento com uma carga tributária justa e não com criação de novos impostos a cada necessidade.

  •  

Deixe uma Resposta