• Postado por Tiago

O anjo de Luciano Cardoso, 27 anos, fez hora extra. Pertinho da meia-noite de ontem, o rapaz levou dois tirombaços e não morreu. O crime rolou no quintal da sua baia, na rua Monte Bandeiras, no bairro Monte Alegre, em Camboriú. Pra polícia, familiares da vítima contaram que a bronca rolou pela disputa de um passarinho, que deve cantar mais que vocalista de dupla sertaneja. Pelo jeito o caso é mesmo sério, porque no início da noite de ontem o irmão do rapaz também foi vítima de um atentado.

No final da noite de terça, o povão ouviu tiros e correu até a baiuca de Luciano pra ver o que tinha rolado. O pessoal encontrou o cara caído no quintal da moradia, se esvaindo em sangue. Ele tomou uma azeitonada no peito e outra no braço. O rapaz foi atendido pelos bombeiros da Capital da Pedra e levado ao hospital Santa Inês, em Balneário Camboriú. Foi medicado e não corre risco de morte.

Os milicos chegaram logo em seguida, deram voltas pela região, mas não encontraram nenhum suspeito. Apesar de estar consciente, a vítima nem quis saber de papo com os meganhas. Já seus familiares deram alguns palpites e disseram que o vadio era conhecido, mas não souberam dizer seu nome. Falaram até que a bronca teria rolado por um acerto de contas por causa de um passarinho que Luciano devia pra um conhecido.

A polícia Civil de Camboriú não confirma a história. Um inquérito policial foi aberto e a equipe de investigação quer saber quem foi o atirador. Pra descobrir isso, eles pretendem bater um lero com Luciano, pra ver o que provocou a ira do atirador.

Mais balaços

A história ganhou um novo capítulo no início da noite de ontem, quando um irmão de Luciano, que não teve o nome divulgado, também sofreu um atentado. O cara tava na oficina do Nerildo, na rua Sertãozinho, centro de Cambu, quando um traste pintou na área e descarregou três tirombaços com uma pistola calibre ponto 380.
Os tiros foram parar nas paredes da oficina, e não acertaram o alvo. O cara disse aos meganhas que o autor do atentado era o mesmo coisa-ruim que tinha atirado em seu irmão, horas antes. O atirador teria fugido em um Palio vermelho.

  •  

Deixe uma Resposta