• Postado por Tiago

A manhã de ontem foi de tristeza pra família de Adayr José Telles, 34 anos. O coitado, que foi atropelado na segunda-feira à tarde na subida do morro do Boi, em Balneário Camboriú, foi reconhecido por parentes no instituto Médico Legal (IML). O corpo foi liberado e será enterrado hoje, em Cambu.

A desgraceira que tirou a vida do rapaz rolou no quilômetro 141 da rodovia, por volta das 14h30. Adayr atravessava a pista, montado em sua ziquinha, quando foi acertado pelo Fiat Siena, placa MEE-8471 (Balneário), pilotado por Caio Daniel dos Santos.

Com a pancada, o pobrezinho já caiu na chón sem sinal de vida. Ele chegou a ser socorrido pelos amarelinhos da Autopista Litoral, mas já tinha passado dessa pra uma melhor. Como o rapaz tava sem documentos, seu corpo foi levado pro IML e ficou à espera de algum parente que pudesse identificá-lo.

Ontem de manhã, os parentes, que estranharam o desaparecimento de Adayr, pintaram por lá e reconheceram o coitado. O morto era natural de Chapecó, no oeste Catarina, e tava morando há algum tempo na Terra do Mármore. Ele trampava como calceteiro, fabricando paralelepípedos, e vivia no bairro Areias. Adayr será enterrado hoje no cemitério do Rio do Meio.

  •  

Deixe uma Resposta