• Postado por Tiago

A peãozada que chegou pra trampar ontem de manhã numa obra da rua 902, em Balneário Camboriú, deu de cara com uma cena de arrepiar. Juliano César dos Santos, 30 anos, tava pendurado numa corda que pendia de uma viga da construção. O rapaz, que é de Cambu, tinha histórico de depressão e tentava se livrar do vício das porcarias.

Juliano tinha saído de uma clínica de recuperação pra dependentes de drogas na sexta-feira, mas pelo jeito, o vício falou mais alto. As informações da polícia são de que, ao invés de ir pra casa, assim que botou o pé na rua o cara voltou a procurar os traficas da região pra usar a porcariada. A família, que sabia que ele tinha sido liberado da clínica, tava desesperada à sua procura.

Na noite de domingo, cansado de lutar contra o vício, Juliano decidiu dar cabo da vida. Ele entrou na obra, que tava parada enquanto a peãozada curtia a folguinha do final de semana, amarrou a corda na viga e foi pro além. Os peritos do instituto médico legal (IML), que recolheram o corpo do coitado, calculam que ele já tava morto há umas 12 horas quando foi encontrado pelos peões.

  •  

Deixe uma Resposta