• Postado por Tiago

Por pouco o Tiago Rafael de Almeida não vira estatística. Levou um balaço no ombro pelas 22h30 de domingo quando dava uma banda pela rua Marmeleiro, no bairro Tabuleiro, em Camboriú. Apesar de ferido, o cara pagou de machão e não quis ser conduzido pro hospital pra não ter que bater um papo sobre o crime com os homisdalei.

Tiago tava na rua comendo mosca quando um desafeto seu passou por lá com o trabuco em punho. Deu dois tiros contra a vítima que sivirou em pernas e correu pra dentro de casa. Apesar da correria, o rapaz não conseguiu siscapulir e tomou a azeitonada no ombro esquerdo. Um outro balaço raspou o seu boné e por muito pouco não crava na cabeça do sujeito.

Depois de correr, Tiago conseguiu sisconder dentro de casa. Pediu socorro dos bombeiros e foi atendido no local. “Ele não tinha gravidade, mas estava sangrando bastante no ombro. Mesmo assim, assinou a recusa de atendimento”, conta o sargento Zaluchi, dos vermelhinhos de Camboriú. A vítima recebeu os primeiros socorros, os curativos e não quis falar sobre o crime.

Enquanto isso, a polícia militar foi chamada e o atirador fugiu. Pros meganhas, a bronca tá relacionada ao tráfico de porcariada.

  •  

Deixe uma Resposta