• Postado por Tiago

Entra mês, sai mês, a rúcula continua a campeã da variação de preço entre os supermercados peixeiros e a razão é uma só: há muita diferença de qualidade nos fornecedores de verduras, e há supermercados, como o Angeloni, que só oferecem o produto orgânico, o que encarece a compra. Em relação a preço, o Compre Fort tem se mentido na liderança, e na relação custo X benefício, o Xande sai na frente.

No caso da rúcula, ela é encontrada a preços que vão de R$ 0,90 (Mini Preço) a R$ 2,75 (Angeloni). Em segundo lugar, está a laranja pera, que tá numa baita promoção no Maxxi, a R$ 0,68 o quilo, e a R$ 1,98 no Angeloni, variação de 191,71%. O bronze vai pra couve, que tá custando R$ 0,88 no Xande e R$ 2,35 no Angeloni (167,04%).

Acima dos 100% de diferença também estão a batata doce (159,49%), o agrião (125,21%), o mamão formosa (124,68%), a batata inglesa (121, 48%), a cebola (102,04%) e a abóbora (100%).

O único item que está mais barato no Angeloni é a batata doce (R$ 0,79), que está mais cara no Xande (R$ 1,98). Já o mamão tá mais barato no Maxxi (R$ 1,58) e mais caro no Angeloni (R$ 2,55). É no Xande que a batata tá mais em conta (R$ 1,35), enquanto no Angeloni custa R$ 2,99 o quilo. Já a cebola tá com preço bom no Maxxi (R$ 0,98) e no Comprefort (R$ 0,99) e o dobro no Angeloni (R$ 1,98).

Outros produtos que apresentaram grande variação de preço foram: beterraba (82,27%), abacaxi (83,68%), melão (82,41%), brócolis (74,07%) e a couve-flor (70,32%).

  •  

Deixe uma Resposta