• Postado por Tiago

INTERNA-POLICIA-SEIS-ABRE-Movimento-conteiner-Porto-Itajai-(36)

Carga tinha também uniformes do exército americano

A receita Federal encontrou um contêiner no porto de Navegantes que trazia bagulhos falsificados. Tinha de tudo: uniformes similares aos do Exército dos Estados Unidos, roupas de camuflagem e uma máquina que aplica pólvora em cartuchos vazios. O contêiner faz parte de um lote de sete caixotes enviados dos Estados Unidos e da China, importados por duas empresas de São Paulo, que não tiveram o nome revelado pela receita federal. Os produtos apreendidos tão avaliados em US$ 2,5 milhões. Ninguém foi preso ainda.

Três contêineres começaram a chegar no país há duas semanas. A receita desconfiou dos caixotes, fez uma vistoria e descobriu a muamba. Depois de descobrir que o material não correspondia ao declarado, a Receita rastreou contêineres enviados a outros portos brasileiros, destinados às empresas, e verificou que dois estavam chegando ao porto de Santos, no litoral de SP, e outro ao porto de Navegantes.

Ao todo foram encontrados 350 mil óculos, 10 mil mochilas e 300 mil tênis e roupas (camisetas, bermudas e agasalhos). Uma novidade nas roupas é que elas continham duas etiquetas: por cima, uma marca desconhecida; por baixo, uma marca famosa. A sobreposição de etiquetas é uma tentativa dos fraudadores de despistar a fiscalização, que procura por marcas famosas.

A receita suspeita que os uniformes do Exército dos EUA sejam verdadeiros, e comunicou o caso ao órgão americano. Além das roupas, tinha facas, chaveiros e canetas que viram punhais, cintas apropriadas para transporte de materiais na selva e 890 cartuchos vazios para armas.

  •  

Deixe uma Resposta