• Postado por Tiago

Duas motos foram recuperadas pela polícia militar na tarde de ontem na Praia Brava, em Itajaí. A polícia suspeita que as cabritas foram usadas de manhã no assalto a um carro forte em frente ao shóppis Atlântico, em Balneário Camboriú. Entre as motocas, está uma Falcon preta que os milicos peixeiros tavam atrás desde o mês passado, quando ela apareceu em dois assaltos.

Por volta das 15h, os milicos receberam uma denúncia de que duas cabritas tinham sido abandonadas na rua Lauro Mussi. Chegando ao local, os policiais encontraram uma CG, sem registro de furto, e uma Falcon preta, com a placa adulterada. Os homis checaram o chassi da motoca e confirmaram que a placa verdadeira é MHE 2112 (Itajaí), furtada no dia 19 de junho .

Nos registros dos meganhas, a Falcon tinha sido usada em dois assaltos nos dias 28 e 29 de julho. O primeiro foi um bangue-bangue que rolou em frente ao Banco do Brasil do centro, quando os trastes falharam ao tentar levar um malote. No dia seguinte, eles assaltaram a Maxi Metal, no São João.

Os policiais também acreditam que as duas motos foram usadas no assalto ao carro forte que rolou ontem, em Balneário Camboriú. De acordo com os milicos, as placas das motos anotadas pelo povão em frente ao shóppis, na hora do atraque, são as mesmas das motocas abandonadas em Itajaí. A central de polícia da Maravilha do Atlântico, que cuida do caso, não confirmou a informação.

  •  

Deixe uma Resposta