• Postado por Tiago

Ministro Miguel Jorge

Termina ao final deste mês o arrego da redução do imposto sobre produtos industrializados (IPI) para os eletrodomésticos da chamada linha branca. Apesar de Miguel Jorge, ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, ter dito ontem que o governo pode ampliar o prazo da caridade fiscal, fica valendo a determinação de que o imposto volta a ser cobrado a partir de novembro.

A redução do IPI aconteceu em março. Em julho, o governo prorrogou o arrego para final de outrubro. O imposto para geladeiras passou de 15% para 5% e de máquinas de lavar de 20% para 10%. Para os fogões, que tinham 15% de IPI sobre o valor da indústria, e para os tanquinhos, que tinham 10%, o imposto foi suspenso.

  •  

Deixe uma Resposta