• Postado por Tiago

A vigilância epidemiológica da Santa & Bela confirmou ontem as primeiras duas mortes causadas pela gripe porca na região. O resultado dos exames, feitos por um laboratório do Rio de Janeiro (RJ), revelaram que uma senhora de Itajaí, que passou dessa pra melhor no hospital Marieta Konder, e uma moça de Balneário Camboriú, que morreu no hospital do Coração, estavam mesmo contaminadas pelo vírus porcalhão.

A vovozinha que morreu em Itajaí tinha 71 anos e seu caso não foi divulgado pela vigilância epidemiológica peixeira. Ela começou a ter os sintomas da nova gripe, como febre alta, dor no corpo e nariz pingando, no dia 11 de agosto. Foi internada no dia 15, e depois de ter lutado pra sobreviver por quatro dias, não resistiu.

O laudo da morte da vovó diz que ela foi vítima de uma pneumonia e insuficiência respiratória, causadas pela porquinha. O caso se agravou porque a senhora sofria de diabetes.

Já a moça da Maravilha do Atlântico tinha 24 anos. Ela começou a passar mal no dia 20 de julho e foi internada no hospital do Coração uma semana depois. A garota morreu no dia 19 de agosto, por conta de uma pneumonia, que causava muita dificuldade pra respirar. O laudo médico afirma que a pobrezinha não tinha nenhum tipo de doença que pudesse ter agravado seu estado de saúde.

Outras cinco mortes suspeitas de terem sido causadas pelo vírus da gripe porca, registradas no hospital Santa Inês de julho pra cá, ainda tão sendo investigadas. Três das vítimas são de Balneário, outra é uma moça grávida de Itapema, e a última um corretor de imóveis de Bombinhas. Um garoto de 18 anos, de Camboriú, também tava na lista. Mas o exame do rapazinho deu negativo pra nova gripe.

Mais agilidade

A esperança é que a partir da semana que vem, quando os exames pra identificar a porquinha vão passar a ser feitos no laboratório central (Lacen) da Santa & Bela, na capital manezinha, os resultados comecem a chegar mais rápido. A promessa é de que, pra começar, serão feitas 40 análises por dia. Assim que os técnicos ficarem mais espertos no assunto, o número pode dobrar.

  •  

Deixe uma Resposta