• Postado por Tiago

A tarde de domingo foi manchada de sangue na BR-101. O representante comercial Hiran da Cunha Mendes, 46 anos, morreu ao capotar seu carango na subida do morro do boi, em Balneário Camboriú. Com o acidente, uma fila de um quilômetro se formou na rodovia e o trânsito ficou parado por quase uma hora.

Lá pelas 16h, Hiran passava pelo quilômetro 140, quando perdeu o controle do Polo, placa MGG 7959 (Itajaí). O carango saiu da pista e virou de pentelhos pro céu na margem da rodovia. O possante ficou todo amassado. O motora teve fraturas na cabeça e também em outras partes do corpo. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O corpo foi encaminhado pra perícia do Instituto Médico Legal (IML) da Maravilha do Atlântico. O representante comercial era casado, natural de Criciúma e morava na rua Blumenau, em Balneário Camboriú. O enterro acontece hoje no cemitério da city.

O carro foi guinchado. Policiais rodoviários federais isolaram parte da rodovia enquanto rolava o trampo de resgate do carango. No mesmo momento, uma fila de um quilômetro se formou na rodovia. O trânsito ficou congelado e os motoras que seguiam na direção de Itapema tiveram que ter muita paciência.

  •  

Deixe uma Resposta