• Postado por Tiago

preparativos-marejada---foto-Felipe-VT-08

Peãozada tá trampando direto pra deixar tudo nos trinques

Mais de 200 pessoas trabalham a todo vapor para que tudo esteja pronto até às 18h de hoje, quando rola a abertura dos portões da 23ª Marejada. Ontem à tarde, a peãozada suava a camisa pra instalar um tecido especial em todo o Centro de Eventos a fim de fazer o isolamento acústico. Nas escadas que dão acesso ao segundo andar, o trampo era colar o piso no chão de concreto, herança da administração passada. E o secretário de Turismo, Wagner de Souza, jura que vai dar tempo de secar.

?Pegamos o Centro de Eventos inacabado, com pintura por fazer, sem piso ou instalação hidráulica. Estamos trabalhando noite e dia pra deixar tudo pronto?, declarou. Wagner conta que também foram instaladas portas laterais e na frente do Centro de Eventos e o pessoal da secretaria de Obras também tá fazendo serão pra dar uma garibada nos banheiros e instalação elétrica. ?Só vai ficar para o dia da abertura alguma coisa de acabamento, como a pintura dos parapeitos e testes no parque de diversões?, acredita.

Artesanato

Além de idosos, crianças e estudantes, os deficientes também vão poder pagar meia-entrada, que custa R$ 5. É só chegar na bilheteria para conseguir entrar com o benefício. Apenas os idosos vão precisar provar com a carteira de identidade que têm entre 60 e 65 anos. Mais do que isso, é na faixa. Nos dias de shows, o ingresso normal custa R$ 20 e a meia-entrada, R$ 10.

A tradicional feira de artesanato traz este ano 40 expositores, que vão vender objetos de decoração, acessórios, peças de enxoval de cama, mesa e banho com aplicação de crochê, tricô e bordado. Junto à feira vão rolar oito oficinas de renda, renda de bilro, tear, cerâmica, reciclagem, objetos decorados com conchas e um engenho. A feira funciona nos dias oito, nove, 14, 15 e 16 das 18h à meia-noite. Nos dias 10,11, 12, 13, 17 e 18, abre das 10h à meia-noite.

  •  

Deixe uma Resposta