• Postado por Tiago

INTERNA-PAG-19---s---figueirense---tecnico-roberto-fernandes-foto-rubens-flores-15jun09

Boatos indicavam que técnico teria pedido pra sair

Depois da derrota diante do Atlético/GO, a fofoca em Floripa era de que o técnico Roberto Fernandes teria pedido as contas. Só que nesta segunda-feira ele apareceu no centro de treinamento do Cambirela, em Palhoça, e durante pelo menos 40 minutos conversou com os jogadores do Figueirense.

O técnico não falou com a imprensa, mas mandou um porta voz. O atacante Schwenck teve a missão de encarar os microfones pra pedir paciência. ?O técnico Roberto Fernandes tenta nos passar tranquilidade e estamos fazendo o nosso máximo. Não adianta crucificar o Pedrinho, o Wilson, eu. Somos uma equipe jovem. Estamos tentando fazer o melhor para irmos em busca do acesso. A gente quer o acesso, mas ele não vem de graça. Vem com trabalho?, conta.

Schwenck acredita que a paciência do torcedor é grande e diz que também fica indignado quando o jogo é bom e favorável, mas o resultado não aparece. ?Se a gente for a campo e não demonstrar empenho eles vão reclamar. Só que não tem sido assim e às vezes o resultado não vem. A gente não tá brincando. O grupo está unido e em comunicação pra melhorar mais ainda?, acrescenta o atacante.

Com a derrota fora de casa no sábado, por 3 a 2, com direito a um peruzaço de Wilson e um pênalti perdido por Rafael Coelho, o Figueira ocupa o 14º lugar na tabela de classificação da Segundona, com sete pontos. De acordo com o saite Chance de Gol, o alvinegro tem hoje só 18% de chances de conseguir voltar à elite. Até agora, o Figueira venceu duas vezes, empatou uma e tomou pau em três partidas. O próximo adversário da equipe é o Paraná, na sexta-feira, às 21h, no estádio Orlando Scarpelli.

  •  

Deixe uma Resposta