• Postado por Tiago

Quem rouba um pau velho desse merece mesmo uma coça

Antônio Mendonça, 37 anos, tava mesmo precisado de grana. O tanso roubou uma tiazinha, que pedalava uma bicicleta caindo aos pedaços, na frente do camelô do São Vicente, em Itajaí. Quando ia fugir com a magrela, o povo deu o bote e o guentou. O cara levou uns bons sopapos e só não foi linchado porque a polícia Militar pintou pra acabar com a festa dos justiceiros.

A treta rolou por volta das 13h, quando o pessoal tinha acabado de almoçar. Antônio andava maquinado na rua e viu a tiazinha dando sopa com a zica caindo aos pedaços. Ele mostrou o trabuco e mandou a muié descer do pau velho. A tiazinha carcou e o pessoal que viu a malandragem se revoltou.

A galera saiu correndo atrás do traste, que largou a bike e se meteu no quintal de uma casa próxima do rio. Enquanto o povo pegava Antônio pelas calças, já que ele sinfiou debaixo do assoalho da baia, a PM foi chamada. O cara levou uns bons tapas na cara e só não foi linchado, porque os milicos apareceram na hora.

O assaltante foi levado pra 2ª depê, onde os tiras descobriram que ele está foragido da penitenciária de Curitibanos desde setembro, onde cumpria uma jaula por atentado ao pudor. A arma usada pra render a muié foi apreendida.

Como o traste começou a se queixar de dores nas costelas, os meganhas o levaram pro hospital Marieta Konder Bornhausen, pra descobrir se ele quebrou algum ossinho depois da coça que levou o povão.

  •  

Deixe uma Resposta