• Postado por Tiago

Estacionamento dos dois lados da via impede que dois carangos passem ao mesmo tempo

O comerciante Roberto Pereira Graupner, 58 anos, tá de saco cheio de assistir confusões provocadas pelos motoras na rua 1922, que é uma transversal da rua 1500, no centro de Balneário Camboriú. A rua, apesar de estreira, é de mão dupla e tem estacionamento dos dois lados. Volta e meia os motoristas acabam fazendo cagadas por ali, diz seu Beto. Ele acha que o pessoal do Fundo Municipal de Trânsito (Fumtran) deveria abrir o zoio e permitir que os possantes estacionassem de um lado só.

Seu Beto explica que entre os carros estacionados o espaço que sobra só dá pra passar um carango de cada vez. ?Quando um motorista adentra à rua e se depara com outro saindo, quase sempre retorna de ré pra rua 1500, que, por ter um tráfego mais acentuado, cria engarrafamento e propicia chances de colisão constantes?, disse, todo cheio das pompas.

O pessoal que trampa por ali concorda que o perigo é grande. Luiz Henrique Santos, 29, dono de uma lavação de carros, conta que ontem mesmo rolou uma batida por ali. ?O ônibus foi entrar na 1500, deu ré e bateu no carro que tava atrás?, diz. Por sorte ninguém se feriu, mas o possante ficou escangalhado.

Luiz também acha que os mandachuvas do trânsito deveriam mudar o esquema. ?Acho que deviam diminuir o estacionamento e deixar a rua mão única. Do jeito que tá, na temporada não tem a menor condição?, lasca.

O comerciante Gilson João Potrich, 66, reforça o reclamo. ?Volta e meia dá batida e bate-bocas. Acho que deveriam tirar o estacionamento de um lado pra aliviar?, sugere.

Tem que reclamar mesmo

João Luís Radichewsky, assistente administrativo do Fumtran, diz que pra que rolem mudanças como as que tão sendo pedidas, o povão deve protocolar um ofício no órgão. ?É importante que as pessoas façam isso, porque é impossível pra nós observar todas as ruas?, afirma.

Depois que é feito o pedincho, uma equipe técnica pinta no local pra fazer um estudo. ?A equipe vê a possibilidade e, se for viável, executa. Caso contrário, é apresentado um parecer dizendo por que não é possível?, explica. João lasca que quanto mais pessoas fizerem o pedincho ao Fumtran, melhor.

  •  

Deixe uma Resposta