• Postado por Tiago

INTERNA_11_rua-carlos-de-paula-seára-lamaçal-gravatá_foto-luz-clarita-(1)

Precisa ter vontade pra passar por ali

Cada vez que desce um aguaceiro no bairro Gravatá, em Navegantes, um trecho da rua Carlos de Paula Seára fica com água empoçada. Não tem como passar diapé sem molhar os pés. Seu Ademir Evaldo Mellchert, 59 anos, diz que o problema começou quando a prefeitura tapou um buraco que os moradores tinham aberto pra escoar a água. Por isso ele tá pedindo a instalação de um bueiro no local.

A água começou a empoçar no começo do ano passado, lembra o morador. Na época, a manilha da tubulação quebrou e quando os peões da secretaria de Obras foram arrumar, taparam o buraco aberto que servia para escoar a água. Seu Ademir diz que tá reclamando desde quando Jair José Vavassori, o Vavá, era secretário de Obras. ?Já reclamei mais de 50 vezes?, afirma.

Pro morador, a abertura de um simples bueiro resolveria o problema da rua. Seu Ademir diz que trabalhou como funcionário público em Curitiba/PR e por isso afirma entender do assunto. No mesmo dia em que os peões foram arrumar a manilha, ele lembra que sugeriu um bueiro e avisou que a água iria empoçar novamente, mas os funcionários da prefa ficaram no nem te ligo porque, para seu Ademir, não entendem nada de obras. ?Eu, como funcionário público, fico indignado com a incompetência do pessoal que trabalha na Obras?, alfineta.

Vão fazer macrodrenagem pra resolver o problema

Valmir Cezar Francisco, o Chero, atual secretário de Obras de Navega, admite que toda a cidade sofre com o problema da falta da drenagem da água. ?Em 2010 vamos trabalhar em cima disso?, promete.

O secretário revela que um projeto de R$ 22 milhões pra macrodrenagem de Navegantes já está entrando na fase de licitação. O projeto prevê a construção de galerias na city e o desassoreamento dos rios Gravatá, das Pedras e Guapuruma, que cortam os bairros Gravatá e Meia Praia.

Pra Chero, o problema da drenagem deve ser resolvido definitivamente e não com pequenas enjambrações aqui ou acolá. A prefa, garante Chero, tá priorizando o atendimento aos problemas de alagamento e água empoçada, mas os perrengues somente serão resolvidos com o projeto da macrodrenagem. Chero diz ainda que ano passado a prefa realizou a limpeza de tubulação e valas e com isso o problema dos alagamentos melhorou pacas no Gravatá.

O secretário de Obras dengo-dengo afirma que esta semana visitou o Gravatá pra avaliar o estrago causado pela chuvarada dos últimos dias e, pra ele, a rua Carlos de Paula Seára ainda é uma das melhores daquela comunidade.

  •  

Deixe uma Resposta