• Postado por Tiago

Prefa diz que daqui a duas semanas começa a resolver o problema

O construtor Ricardo Anacleto, 31 anos, tá sofrendo em dobro. Ele tem duas casa na Penha e, por azar, nas duas localidades o esgoto corre a céu aberto e é jogado no meio da via. Uma delas fica na entrada principal da cidade, na SC-414, no centro. A outra na esquina das ruas Felipe João Anacleto e Sebastião José Santana, no bairro Nossa Senhora de Fátima. ?A prefeitura prometeu que ia arrumar, mas não veio?, lamentou.

Ricardo comprou um terreno na rodovia há mais de dois anos. Na época, ele investiu um bocado na terrinha, tirando do próprio bolso todo o dindim pra fazer a tubulação em redor da sua casa. ?Gastei muito dinheiro?, comentou. Agora, o morador precisa da ajuda da prefa de Penha pra acabar com um esgoto que desemboca bem no meio da rodovia e passa por outro terreno seu, ao lado. ?É a entrada principal da cidade. Todo mundo passa por ali e vê?, reclama.

Ficou acertado, segundo o construtor, que ele compraria os tubos e a administração faria a mão-de-obra. O acordo não foi cumprido. Faz quase cinco meses que os tubos tão paradinhos e nada de alguém do município aparecer. ?Ao invés de ajudar, eles só prejudicam?, lasca.

Um pouco mais à frente do seu terreno, na rua Felipe João Anacleto esquina com a Sebastião José Santana, outro esgoto incomoda os moradores. Além de estar jorrando merda no meio da via, uma valeta tá aberta por toda a rua. ?Pro ônibus que vem buscar a criançada no bairro fica difícil passar por aqui. Qualquer dia cai?, alerta. Como vários latões transitam pela estrada diariamente, o construtor teme que algum acabe embicando e caia na vala.

Tô nem aí

Ricardo também disse que procurou os abobrões da secretaria de obras do município pra resolver a encrenca. Conversou com o secretário Alessandro Rubens da Silva, e o diretor, Vilmar de Oliveira, mas ninguém deu bola pro problema.

Ontem à tarde, o DIARINHO tentou ouvir o secretário Alessandro, mas o seu celular tava desligado. Já o diretor de obras garantiu que o problema de Ricardo começará a ser resolvido daqui a duas semanas. ?Nós estamos com um cronograma de obras. Terminando a rua Silvério Gonçalves, vamos começar a rua dele, no bairro Nossa Senhora de Fátima?, afirmou. Vilmar informou que o reclamante tava jogando o seu esgoto no terreno baldio e, pra resolver o problema dele sem causar outro, toda a rua precisa ser arrumada.

  •  

Deixe uma Resposta