• Postado por Tiago

Peixeiras acima de 70 anos golearam navegantinas no jogo de estreia

Nem mesmo o mau tempo que castiga Itajaí foi suficiente pra estragar a abertura da 12° Itajaí Handball Cup, uma das mais tradicionais e importantes competições da modalidade no Brasil.

Programado pra rolar na tarde de ontem, o desfile das delegações pelas ruas da city peixeira foi o único evento cancelado pela organização do campeonato. De resto, a festa foi bonita no Centreventos de Itajaí, local da abertura oficial da competição, que ficou cheio. A solenidade rolou no meio da tarde, com todos os atletas e técnicos presentes onde rola a Marejada.

Idealizador do Itajaí Handball Cup, o técnico Délcio de Amorim, o Mano, que já treinou as categorias de base da seleção brasileira, fez um discurso pra abrir oficialmente a competição. Após a faladeira, um grupo de dança peixeiro se apresentou pra galera presente.

Às 18h, no próprio Centreventos da city, rolou o jogo de abertura na categoria da terceira idade, que teve vitória de uma equipe de Itajaí por 7 a 1 sobre um time de Navegantes, pra mulheres acima de 70 anos. Logo em seguida rolou um jogo de cadeirantes. Um dos coordenadores do campeonato, Ubiratan de Andrade Jr., o Bira, diz que a edição deste ano tem tudo pra ser baita. ?A expectativa é a melhor possível. Que as pessoas venham a Itajaí e se sintam bem, que participem de uma competição organizada?.

Rodada cheia

Os ginásios da Univali e Gabriel Colares também receberam jogos ontem. Na universidade, quem entrou em ação foi a categoria masculino adulto, com dois jogos. Já o ginásio municipal foi reservado pra duas partidas entre as minas. Além das equipes peixeiras, o campeonato também conta com a participação de times do Rio Grande do Sul, como Internacional, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. De fora, vêm delegações de Argentina e Uruguai.

Bira também garante que os jogos têm tudo pra serem ótimos. ?O nível técnico da competição é muito bom. Recebemos equipes fortes, que usam o Itajaí Handball Cup pra se preparem pra campeonatos nacionais. Somos também o único campeonato, além do brasileiro, a ter a modalidade de beach handball?, fala o coordenador, citando as partidas que rolam na praia da Atalaia, a partir de hoje.

Uma das atrações serão as equipes peixeiras da terceira idade, modalidade dividida nas categorias máster (até 50 anos), sênior (51 a 60) e bisas (acima de 70, no feminino), que terá cinco equipes da city.

  •  

Deixe uma Resposta