• Postado por Tiago

A puliça Civil de Itapema tem um mistério pra resolver nos próximos dias. Duas irmãzinhas de 13 e 14 anos disseram ter sido estupradas por um malaco, que acabou preso na noite de quinta-feira, depois de ter sido pego no pulo surrupiando uma carteira. As crianças contaram aos homisdalei que o safado teria entrado no quarto delas pela janela, durante a madrugada, e feito o estrago. Elas passaram por exames que vão poder confirmar a desgraça.

O estupro teria rolado por volta das 6h da manhã de quinta-feira, numa baia da rua 406, no bairro Morretes. A mãe só soube da história quando viu uma marca de sangue no lençol de uma das filhas. Ela não chegou a avisar a polícia sobre o caso.

Por volta das 23h, os meganhas prenderam D.C., 21 anos, que tinha sido pego surrupiando uma carteira, pertinho da casa das meninas. Quando viram o preso, elas avisaram a mãe que era ele o estuprador.

O cara foi levado pra delegacia com mais essa acusação nas costas. O delegado Gilberto Cervi, que ficou com a responsa pelo caso, diz que ele nega que tenha relado a mão nas meninas.

Ontem, as garotas foram encaminhadas ao instituto Médico Legal e fizeram exames que vão dizer se rolou mesmo o abuso. Peritos também estiveram na depê e colheram sangue do traste pra que, caso seja encontrado sêmem no exame, possa rolar um teste de DNA.

  •  

Deixe uma Resposta