• Postado por Tiago

O requinte está presente em todos os ambientes do navio

Passageiros disputam este espaço a tapa: piscina e bebida grátis

Texto: Franciele Marcon

Fotos: Felipe Trojan

Imperatriz é uma majestade. Seu reino são as águas do Oceano Atlântico. Com 10 andares, três destinados somente à parte operacional e aos tripulantes, abriga 2020 passageiros. A embarcação, que tem bandeira de Malta ? pequeno país europeu ?, atracou neste sábado em Itajaí. O DIARINHO foi conhecer este navio por dentro e convida você, leitor, a participar desta viagem.

O executivo de contas da operadora CVC, Radames Kalipo, e o intérprete de Libras, Ricieri Palha, da empresa Pullmantur, foram os comandantes desta viagem. Logo na entrada do navio, o passageiro entende o porquê do nome Imperatriz. A recepção ? graças ao seu acabamento dourado ? reluz. A sofisticação está espalhada em cada andar do navio. Seja nos detalhes dourados, nas luzes baixas, ou pelo hall da escadeira iluminado por uma clarabóia gigantesca. O ar-condicionador em todos os espaços ajuda a aumentar o clima de sofisticação da embarcação.

O 10º deck, como são chamados os andares num navio, é o panorâmico. Neste ambiente, muitos passageiros passam a maior parte do tempo. Também não é pra menos, há restaurante, piscina e jacuzzi – aquela banheira chiquetosa de hidromassagem – , além, é claro, de bares. Toda a bebida consumida no navio já está inclusa no pacote de viagem escolhido pelo cliente.

Ao redor da piscina há espreguiçadeiras e mesas. Nelas você pode ficar tomando um chopinho, pegando um sol e curtindo a paisagem. Também neste andar, o passageiro pode fazer todas as suas refeições. O segundo restaurante do navio, o Miramar, fica no 4º e 5º decks. O almoço é servido das 11h30 às 16h30, e o jantar acontece das 19h às 23h. Fora desde horário sempre há um petisco, uma pizza ou algo para saborear.

No 10º deck fica também o Spa Del Mar. Ele funciona das 10h às 21h, mas não está incluído no valor do pacote. Para aproveitar todas as massagens, técnicas de relaxamentos e tratamentos de beleza, o cliente tem que desembolsar uma grana extra. Para quem pode se dar ao luxo, o ambiente é encantador. A cama de massagem fica próxima da janela e enquanto você é massageado pode observar o mar. Neste andar está o salão de beleza, que, assim como o spa, não tem os valores dos serviços incluídos no pacote.

As cabines do transatlântico ficam do 3º ao 9º andar, sendo que no 4º e 5º não têm quartos. Há cabines para todos os gostos e bolsos. Começam em 1,7 mil dólares e podem chegar a 3,7 mil por pessoa. Mas Radames já vai logo avisando: ?Não gostamos de falar em valores, pois trabalhamos com muitas promoções de pacotes, então os preços mudam?, explica.

Nas cabines mais econômicas há beliches para até quatro pessoas. As mais chiquetosas têm cama de casal, sala de estar, hidromassagem e até uma varanda com vista para o mar, é claro. A televisão via satélite, o DVD e o ar-condicionado estão presentes em todos os quartos.

Onde estou?

Como demora um tempinho para o passageiro se localizar dentro do navio, cada entrada de elevador tem um mapa inteiro da embarcação. O passageiro pode se achar e decidir onde quer ir. Quem não consegue se localizar com a ajuda do mapa, pode solicitar o acompanhamento de um guia, que o levará onde desejar. A travessia entre os andares pode ser feita num elevador comum ou no elevador panorâmico ? um luxo!

Ainda para ajudar o passageiro a decidir seu roteiro, todos os dias os tripulantes deixam um ?Diário de Bordo? nas cabines. Nele há toda a programação preparada para aquele dia. Uma dica do diretor de cruzeiro informa ao passageiro qual será o destaque da programação.

  •  

Deixe uma Resposta