• Postado por Tiago

A implementação dum salário mínimo pra Santa & Bela vem sendo negociado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Dados Socioeconômicos (Dieese) junto ao governo do Estado há pelo menos três anos. O projeto já foi encaminhado pra Assembleia Legislativa e deverá ser votado no mês que vem.

Pela proposta, seriam criadas quatro categorias de piso com valores entre R$ 587 e 679. O salário mínimo barriga verde só valerá pras categorias que não sejam regidas por lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho.

O coordenador do Dieese, Ivo Castanheira, explica que houve pesquisa pra chegar a estes valores. “Encaminhamos aos deputados estaduais estudos que realizamos para comprovar que a economia de Santa Catarina comporta essa situação. Temos a maior renda percapta do pais e estados vizinhos como o Rio Grande do Sul e o Paraná já tem piso. No Paraná inclusive, o piso praticado é de R$ 605.”

Se o projeto for aprovado na Assembleia tem que ir a sansão do governador Luiz Henrique da Silveira. Porém, deve gerar muita discussão antes de chegar ao chefão principalmente porque quem terá que pagar o novo piso não gostou muito da ideia. Alguns deputados podem se opor ao projeto.

A Federação das Indústrias (Fiesc) já mandou ofício aos deputados pedindo que o projeto não vá pra frente. A alegação no documento que também foi encaminhado à imprensa é de que o projeto “desconsidera a atividade sindical, desprestigia as relações trabalhistas e desvaloriza o instituto da negociação coletiva de trabalho”.

  •  

Deixe uma Resposta