• Postado por Tiago

Na city peixeira, só este ano, 36 casos foram confirmados pelo conselho tutelar

CAPA-ABRE-g---Conselho-Tutelar-de-Itajaí-Guidionaldo-Rezende-(16)

Guidionaldo: ? violadores contaram que também foram vítimas de abuso sexual ?

No dia estadual de combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes, os dados deixam o povão de boca aberta. O ministério público (MP) da Santa&Bela informou que de janeiro até agosto deste ano, 413 casos chegaram aos conselhos tutelares do estado através do disque denúncia. Só na cidade de Itajaí foram 36 casos, mais da metade cometidos contra meninas entre cinco e 11 anos.

O MP divulgou ainda que o programa Sentinela, que dá proteção imediata e atendimento psicossocial às crianças e aos adolescentes vítimas de violência sexual, recebe por dia 16 novos casos em todo o estado. Por mês, o número de atendimentos chega a 480.

Pro presidente do conselho tutelar peixeiro, Guidionaldo Rezende Andrade, o aumento de menores vítimas de violência sexual tem explicação: o medo de fazer a denúncia virou coisa do passado. ?As vítimas e as pessoas próximas delas criaram uma relação de confiança com os órgãos que cuidam dos casos. Além disso, a informação repassada pela mídia tem sido fundamental nesse processo das denúncias?, explica.

O bagrão revelou que em 80% das histórias que chegam ao conselho, o tarado tá diretamente ligado à família da criança. Em 35% dos casos, os pais são os agressores e em 23% são os padrastos. Os outros 22% são de pessoas que têm acesso livre à casa da vítima. Só este ano foram confirmados na city peixeira 12 casos de abuso sexual contra meninos e 24 contra meninas. ?Nesta estatística, o que chama a atenção é que 70% dos violadores contaram que também foram vítimas de abuso sexual durante a infância ou adolescência?, relata Guidionaldo.

O conselheiro tutelar disse que nos últimos anos, o número de casos de violência sexual pela internet também aumentou bastante. Hoje, a cada cinco crianças ou adolescentes que usam a internet, uma é vítima dos tarados. A orientação aos pais é para que deixem o computador em local visível e que saibam quais os endereços acessados.

Guidionaldo esclarece que as denúncias podem ser feitas de qualquer telefone através do número 100. A identidade de quem repassar o caso ao conselho tutelar será mantida em sigilo.

Dia será marcado por passeata

Pra conscientizar e marcar o dia estadual de combate ao abuso sexual infantil, uma passeata vai rolar a partir das 15h de hoje na rua Hercílio Luz, no centrão peixeiro. A concentração será em frente à igreja Matriz e deve reunir cerca de 300 pessoas, entre estudantes, moradores e barnabés.

  •  

Deixe uma Resposta