• Postado por Tiago

INTERNA-10-ABRE-g---secretaria-sucateada---trator-parado---brigitte-bardot-(7)

Paus-velhos estão parados há um tempão

A secretaria de obras de Balneário Camboriú tá virada num ferro velho. Quase todo o maquinário disponível tá sucateado. Tem geringonça que tem mais de 30 anos e tá caindo aos pedaços. Com tanto descaso, as traquitanas rendem só 20% do esperado e impedem que os barnabés façam um trampo decente. Pra dar conta do serviço, empresas terceirizadas são contratadas, o que rende um prejú de mais de R$ 100 mil por mês pros cofres públicos.

Desde 2005, a secretaria não recebe máquinas novas. A maioria das mosntrengas são da década de 80 e 90 e tão pela boa. São patrolas, retroescavadeiras, tratores e roçadeiras que tão batendo os pinos e não funcionam mais como deveriam.

Muitas máquinas pifaram de vez e tão paradas há meses no pátio da secretaria de obras sem conserto por falta de peças ou pelo alto custo de manutenção. Um exemplo é um trator que tá lá, num canto, caindo aos pedaços. O encarregado de manutenção, Diogo Catafesta, explica que o ajuste da geringonça tá avaliado em R$ 26 mil, enquanto um novo trator custa R$ 50 mil. ?Nesse caso, não vale a pena arrumar?, explica.

Algumas máquinas ainda quebram um galho, mas de tão velhinhas e trumbicadas, não rendem o que deveriam. Volta e meia dão pau e são mandadas pra oficina mecânica pra trocar alguma peça. O pátio da secretaria de obras tá abarrotado de maquininhas escangalhadas, que aguardam pra receber um curativo. Por lá, os peões dão a garibada do jeito que podem e mandam a monstrenga divolta pra rua.

  •  

Deixe uma Resposta