• Postado por Tiago

Barnabé derrubou até o que não precisava

Vilmar de Oliveira, diretor da secretaria de obras da prefeitura de Penha, tá proibido de cortar mais árvores sem autorização e também não pode mais dar declarações oficiais à imprensa. A informação é do secretário de obras, Alessandro Silva, o Sandro. O abobrão revelou ainda que ele e o próprio prefeito Evandro dos Navegantes (PSDB) já deram mó puxão de orelha em Vilmar por ter falado merda numa rádio local.

A primeira cagada do diretor de obras, afirma o secretário, foi cortar árvores demais na praia Alegre, em agosto. Vilmar deveria detonar apenas duas cerejeiras quase centenárias e que, alega, Sandro, estariam condenadas e ameaçadas de cair. O diretor do Obras, sem autorização, acabou cortando três das gigantescas árvores e ainda anunciou que iriam ser cortadas mais.

Sandro garante que Vilmar, já apelidado na cidade de tarado da motosserra, está proibido de cortar qualquer árvore sem autorização expressa dos seus superiores. O Ibama também terá que ser ouvido quando for preciso mais cortes, afirma o secretário.

A polêmica não gira somente em torno dos cortes promovidos pelo diretor de obras. Vilmar teria falado um monte de baboseiras na rádio Pérola. ?Não é com esse negócio de ambientalistas que nós vamos tornar a Penha competitiva? e ?eu só não cortei mais árvores porque o prefeito pediu pra dar um tempo? foram algumas das frases polêmicas do bagrão. A entrevista foi transcrita no dia 29 de agosto pelo jornal Eco, que circula em Penha e Piçarras.

Sandro diz que depois disso Vilmar foi desautorizado a dar qualquer declaração à imprensa como representante da secretaria ou da prefa. O secretário faz questão de dizer que esse negócio de passar a motoserra nas árvores não é política da prefa.

Na semana passada, três sombreiros foram cortados na praia do Quilombo. Neste caso, explica Sandro, o corte foi autorizado. Ele alega que depois da ventania que atingiu a cidade os sombreiros tavam capengas e como no local será construído uma praça supimpa, a própria prefa resolveu detonar as velhas árvores.

  •  

Deixe uma Resposta