• Postado por Tiago

Quem esperava por esclarecimentos na sabatina feita ao secretário de administração da prefa peixeira, Marcos Antônio Emílio, ontem à noite, saiu decepcionado. Com a plateia forrada de barnabés convocados pra dar uma força ao chefe, inclusive alguns abobrões, o secretário ficou à vontade pra responder com evasivas e deixar a opinião pública sem saber como empresas recém-criadas abocanharam quase R$ 3 milhões em contratos.

A resposta era sempre a mesma: a necessidade urgente da época pós-enchente. E como não deu tempo de analisar a papelada, agora a oposição vai se debruçar sobre as 10 mil páginas pra encontrar alguma irregularidade e tentar uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) ou uma ação no Ministério Público.

“O presidente da casa se valeu do princípio da semelhança porque a lei municipal era omissa quanto a forma de proceder o interrogatório. Pelo regimento interno do senado, o parlamentar tem 10 minutos pra fazer perguntas e o convocado 10 minutos para responder. Isso possibilitou que ele fugisse das perguntas mais incisivas”, declarou Níkolas Reis (PT), um dos proponentes da convocação. Aliás, Pissetti roubou a cena, depois de rasgar a seda para Marcos Emílio e dizer que quase chorou quando ele disse que era uma pessoa modesta, pediu para o secretário ir até à tribuna e falou: “Que Deus nos proteja a todos!” Amém.

Entre as perguntas que ficaram sem resposta, estão os critérios usados pra escolher empresas sem experiência, saber de onde partiu as indicações pra contratar as empresas Argolo e Kaby, e como foram pagos R$ 207 mil pra empresa Kaby fazer limpeza de escolas num mês, se, pelo número de funcionários e o serviço descrito, não deveria sair por mais que R$ 60 mil. “O que de mais interessante ele respondeu era que ele só regulamentava os contratos. As indicações vinham das secretarias de educação e saúde”, comentou Níkolas.

Pra se ter uma ideia da moleza que tava a convocação, o momento mais quente da sabatina nem rolou por conta da dispensa de licitação. O vereador Elói Camilo Vicente (PMDB) usou seu tempo pra atacar Níkolas, dizendo que ele viaja demais, pois o petista voltou de Brasília na quarta-feira. Níkolas ficou puto e foi aquele bate-boca, tirando toda a atenção do foco da sessão.

  •  

Uma Resposta to “Secretário se safa de sabatina na câmara de vereadores peixeira”

  1. dpilhota Diz:

    Esse já andou lá pelas Piçarras…….

Deixe uma Resposta