• Postado por Tiago

A Receita Federal vai devolver aos aposentados e pensionistas que receberam atrasados do INSS o valor descontado a título de Imposto de Renda. A devolução dos valores vai abranger os últimos cinco anos. A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) publicou decisão que determina que a Receita Federal deixe de recorrer judicialmente de ações movidas por esses segurados e, por ordem direta do ministro da Fazenda, Guido Mantega, vai estudar como fazer a restituição administrativamente. A medida vai beneficiar àqueles que não entraram na Justiça até agora.

Pelos procedimentos em estudo, segurados nessa situação poderão pedir a restituição do imposto pago a mais nos postos da Receita. Nessas ações, percebeu-se que, muitas vezes, ao receber atrasados — por via judicial ou mesmo em atrasados pagos pelo INSS, quando o benefício é concedido após o prazo —, o montante é acima do valor tributável. Mas o valor mensal da aposentadoria ou pensão pode ser isento de desconto de IR. Uma pessoa pode ter recebido R$ 40 mil em atrasados, por exemplo, e ter benefício mensal de R$ 1 mil. Pelo valor do rendimento, ela já é isenta. 

A PGFN reconheceu o direito dos segurados e determinou que seus procuradores não vão mais recorrer das sentenças, geralmente favoráveis aos aposentados e pensionistas. Assim, se o segurado entrar com pedido administrativo, poderá pedir a devolução. 

  •  

Deixe uma Resposta