• Postado por Tiago

INTERNA_13_abre-esquerda---Corte-de-água-Sindicato-dos-EStivadores

O corte rolou ontem pela manhã

Os trabalhadores portuários ligados ao sindicato dos Estivadores de Itajaí ficaram dicara com o que aconteceu ontem pela manhã. A galera que se muvuca na frente da sede do sindicato pra esperar o chamado do trampo acompanhou a hora exata em que um funcionário do Semasa foi até o local cortar a água do prediozinho da entidade, que fica na rua Silva, centro da cidade. Todos os funcionários do sindicato ficaram na secura por conta do atraso no pagamento de três faturas. Ontem mesmo a direção do sindicato pagou a dívida com o Semasa e a água voltou a jorrar nas torneiras da Estiva.

Um dos portuários contou ao DIARINHO que o funcionário do Semasa chegou na Estiva e foi logo procurando o registro de água. O cara, conforme disse o estivador, tinha em mãos uma ordem de corte do fornecimento. ?Ficaram três meses sem pagar a conta?, denuncia o trabalhador.

O DIARINHO conseguiu uma cópia da notificação do corte de fornecimento de água para a estiva (veja reprodução abaixo). No papéli consta que não foram pagas as contas de junho, agosto e novembro. Ao todo, o valor a pagar pelo consumo de água ultrapassa os R$ 700. ?O pessoal tá sem água lá no sindicato. Pode passar lá e conferir?, dizia o estivador, revoltado.

A rapaziada alegre da assessoria de imprensa do Semasa tirou da reta e disse que não pode passar nenhum tipo de informação referente aos clientes. Mas não negou o corte.

Presidente da estiva diz que foi erro administrativo

INTERNA_13_abre-direita_-reprodução-conta-de-água-sindicato-estivadores

Saul Airoso da Silva, presidente do sindicato dos Estivadores, admitiu o corte no fornecimento de água. ?Foi um lapso, uma falha. Ontem mesmo efetivamos o pagamento e a água foi religada?, informou, alegando que houve um erro administrativo.

Saul considerou a denúncia que o estivador fez ao DIARINHO um ato vergonhoso. O presidente do sindicato informou que rola no dia 15 de dezembro a eleição da nova diretoria da Estiva e, por isso, o clima por lá é de rivalidade. ?Estamos em período eleitoral e, com isso, tem gente que se aproveita da situação?, lascou.

  •  

Deixe uma Resposta