• Postado por Tiago

O Senado aprovou ontem um projeto de lei que regulamenta a profissão do mototaxista.  O mototáxi já existe em mais da metade dos municípios do país, mas enfrenta um obstáculo jurídico para a sua proliferação: parte do Judiciário considerava a atividade ilegal pela ausência de normas nacionais.

O presidente Lula deve sancionar o texto, mas vai caber a cada Câmara Municipal ou prefeitura determinar em que lugar o serviço poderá ser realizado.  A Fenamoto, que representa o setor, diz que a regulamentação deve dobrar, dentro de um ano e meio, os atuais números de 500 mil mototaxistas e 10 milhões de passageiros por dia.

  •  

Deixe uma Resposta