• Postado por Tiago

Sub---Senador-João-Ribeiro

O senador João Ribeiro (PR-TO) não economizou na publicidade

Os senadores aumentaram significativamente os gastos com dinheiro público pra divulgar seus mandatos no ano em que o senado viveu a maior crise administrativa de sua história. Levantamento feito pelo site ?Congresso em Foco? mostra que a gastança dos parlamentares com a divulgação de suas atividades saltou de R$ 1,16 milhão, em 2008, pra R$ 1,78 milhão, em 2009. Foram R$ 614 mil gastos a mais, um crescimento de 52% em comparação ao ano anterior.

A disposição dos senadores em mostrar serviço pros eleitores coincide com a proximidade do calendário eleitoral: 87% das despesas foram feitas por pré-candidatos às eleições de outubro. Dos 20 senadores que mais utilizaram a grana da verba indenizatória pra dar publicidade às suas ações, apenas dois não pretendem se candidatar este ano. Somente esses 18 pré-candidatos receberam R$ 1,24 milhão do senado pra ressarcir gastos com a divulgação do mandato. Isso equivale a 70% de toda a dinherama. Phode?

Os gastadores

Os campeões de despesas foram os senadores João Ribeiro (PR-TO), que gastou R$ 144,58 mil, Valdir Raupp (PMDB-RO), que destinou R$ 140,53 mil pra divulgar seu trampo, e Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), que reservou R$ 105,80 mil pra publicidade. João Ribeiro é pré-candidato ao governo do Tocantins; Raupp e Valadares pretendem disputar a reeleição em seus estados.

Os gastos, ressarcidos pelo senado, bancaram, por exemplo, a veiculação de propaganda em rádios, jornais, TVs, outdoors e internet. Dos 86 senadores que exerceram o mandato em 2009, 26 não usaram a verba pra divulgar o mandato. Desses, cinco declararam ao site que não sabiam se disputariam as eleições de outubro e seis descartaram concorrer a qualquer cargo eletivo este ano.

  •  

Deixe uma Resposta