• Postado por Tiago

Não passou de uma tremenda farsa o sequestro de uma menina de 12 anos em São José, na Grande Florianópolis. A garotinha desapareceu por quatro horas no dia 26 de outubro, reaparecendo com a roupa toda rasgada. A menina disse que foi sequestrada, mas a história foi desmentida por uma criança, irmã da amiga da farsante, que abriu o jogo com a mãe.

A pequerruchinha, que tem seis anos, contou pra mãe que viu as colegas dimenores pegarem a tesoura e cortar a roupa da suposta vítima. Com a história, os pais deram uma prensa na farsante, que não resistiu e abriu o bico. A garota de 12 anos admitiu ter armado tudo.

Com a confissão, foi obrigada a sisplicar com os homisdalei. Disse que no dia da treta matou a aula e passou a tarde na casa da colega, de papo pelo computador com um namoradinho de Forquilhinha. Pra não tomar bronca da mamãe, rasgou a roupa e saiu rua a fora.

Por fazer falsa comunicação de crime, a espertinha teve que assinar um termo pra explicar direto pra justa todo o rolo. Ao descobrir a lorota, a mãe da garotinha, que não teve o nome divulgado, ficou envergonhada e chegou a pedir desculpas aos policiais por todo o trampo de investigação desperdiçado.

A mentirada

Na tarde de 26 de outubro, a menina apareceu perambulando pela rua dizendo que tinha sido rendida por uns trastes que tavam dentro de um carango escuro, quando tava indo para a escola com uma coleguinha.

  •  

Deixe uma Resposta