• Postado por Tiago

p---traficantes-laranjeiras.jpg

Traficas caíram quando faziam um churrasquinho

Uma quadrilha de traficantes escolheu um lugar bem tranquilo pra esconder drogas em Balneário Camboriú: o costão da praia de Laranjeiras. O esconderijo parecia perfeito, mas a diretoria Estadual de Investigação Criminal (Deic) e a central de Operações Policias (COP) descobriram o mocó e deram o atraque. Foram apreendidos 65 quilos de porcaria e cinco traficantes caíram. O dono do sítio onde tava a droga fugiu a nado.

Há mais de dois meses, os tiras investigavam a vida do paraguaio Caceres Armoa, 40 anos, o Bin Laden. O cara era considerado um dos maiores fornecedores de maconha da região de Itajaí, Balneário Camboriú e Floripa. O traste trazia a droga do Paraguai, pela fronteira de Ponta Porã, e entregava na nossa região.

Conhecendo os passos do vadio, ontem os tiras resolveram dar o atraque. Por volta das 16h, bateram no sítio da Interpraias, em Laranjeiras, e guentaram Cleverson Vargas Bello, 30 anos, Revelino dos Santos, 29, Guilherme Moraes, 28, Fernando Rodrigues Afonso, 40, e Bin Laden. Na hora em que a polícia chegou ao esconderijo, os vadios tavam fazendo um churrasco pra comemorar o recebimento da droga. O dono do sítio, que não teve o nome revelado, viu os homi e fugiu nadando pelo rio Camboriú.

No meio das pedras do sítio, numa caverna, os tiras acharam 65 quilos de maconha. Os cinco foram presos por tráfico e associação pro tráfico. O delegado da Deic, Cláudio Monteiro, revelou que a droga entrava no Brasil e era transportada até a região por Fernando, que é parceiro de Bin Laden. O fornecedor então a revendia por aqui.

  •  

Deixe uma Resposta