• Postado por Tiago

O Centreventos é palco de shows nacionais que juntam milhares de pessoas

A galera que cantou e dançou até suar ontem e hoje pela madruga no show da dupla sertaneja Victor & Leo, nem podia imaginar o que rolava nos bastidores do evento. Os bombeiros não emitiram a licença necessária pra realização do agito e sequer foram consultados sobre a possibilidade de se fazer a festança com o mínimo de segurança. Tudo porque o Centreventos, desde quando foi inaugurado, não possui sistema de prevenção contra incêndio e outras desgraceiras. Até agora ninguém sabe se a quantidade de extintores, luzes de emergência e bombeiros contratados pra trampar no show seria suficiente pra conter um incêndio ou outro problema de grandes proporções.

Depois de receber a denúncia de um leitor especialista em segurança, o DIARINHO foi atrás e descobriu a bomba: a maioria dos eventos que são realizados no Centreventos não possui o aval do corpo de Bombeiros. O major Edson Luiz Biluk, sub-comandante dos vermelhinhos peixeiros, disse que por conta da falta de instalação definitiva dos itens de segurança necessários pro local, os organizadores acabam contratando uma empresa terceirizada pra montar uma brigada de incêndio e instalar os equipamentos exigidos.

O problema é que nem sempre isso significa segurança, já que os bombeiros não são consultados. ?Sem um projeto aprovado não é possível estipular a localização, o tipo, a quantidade e o caminhamento dos sistemas preventivos contra incêndio. Também não é possível estipular o número mínimo de brigadistas, pois não sabemos a lotação máxima?, explica o oficial. Foi essa falta de informações sobre o sistema de segurança que também rolou no show de Victor & Leo.

O major Biluk afirmou que não ficou muito contente com o episódio de ontem. Por isso avisou: vai informar ao Ministério Público sobre o perrengue que vem acontecendo no pavilhão da Marejada.

Jaime Santana, responsável pelo Centreventos, acompanhou ontem o DIARINHO a uma visitinha ao local, poucas horas antes do show. Ele disse que, como o lugar foi inaugurado inacabado, atualmente a prefeitura tem o cuidado de exigir de seus locadores a segurança necessária. ?Antes de nós alugarmos o Centreventos, a gente informa que é preciso contratar uma empresa pra instalação dos itens de segurança. Depois nós acompanhamos esse processo?, garantiu.

Uma empresa foi realmente contratada pra cuidar da segurança do Centreventos. Existiam placas de saída de emergência nas portas e também luzes de emergências instaladas ao longo do pavilhão.

  •  

Deixe uma Resposta