• Postado por Tiago

Nene, do Sintresi, denuncia que seis vans trampam ilegais na cidade

A direção do Sindicato dos Transportadores Escolares de Itajaí e Região (Sintresi) começa uma campanha dirigida aos pais de alunos sobre as vantagens da contração de vans e microônibus legalizados. ?Queremos mostrar ao consumidor que o transporte escolar legalizado é mais seguro?, diz o empresário Severiano da Costa, o Nene, presidente do Sintresi.

A campanha tem como lema ?pais, vocês são os fiscais? e vai contar com a parceria da prefeitura, informa o sindicalista. Além do material publicitário distribuído diretamente aos consumidores que contratam os serviços e aos alunos usuários das vans, Nenê também pretende negociar com as direções das escolas de Itajaí para encampar a empreitada e fazer a divulgação da campanha durante as reuniões com os pais.

Itajaí tem hoje 89 veículos autorizados para fazer o transporte escolar. Levantamento do Sintresi aponta que seis vans estariam atuando ilegalmente. A denúncia foi feita ontem, pela direção do Sintresi, à prefeitura.

Como identificar o legalizado

A van ou o micro têm que ter uma faixa amarela na lateria, escrito ?escolar?

No parabrisas tem que ter um selo oficial da prefeitura, informando que o veículo foi vistoriado pela Codetran

Todo transporte legalizado tem um monitor que pega a criança na porta de casa e entrega no portão da escola

Se for exigido, o motorista tem que mostrar o alvará da prefeitura

  •  

Deixe uma Resposta