• Postado por Tiago

CAPA-ABRE-2---g---Greve-dos-Correios-(2)

Carteiros muvucaram na frente da agência peixeira

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sintect), Milton Balsanelli, diz que o principal motivo da greve é a falta de flexibilidade nas negociação por parte da empresa. ?Estamos com o comando de negociações em Brasília desde 30 de julho. A empresa apresentou uma contra-proposta de reajuste de 4,5%. De lá para cá ignorou as propostas e agora estamos cumprindo o calendário de paralisação?, explica.

De acordo com assessoria de imprensa dos Correios na Grande Floripa, o comando da empresa ofereceu aos trabalhadores aquilo que pode pagar. ?A empresa tem vários benefícios aos trabalhadores e tem mantido essas conquistas. A última proposta foi essa, mas não quer dizer que as negociações estejam fechadas?, explica Luiz Martinelli Filho, assessor da empresa.

No ano passado, os Correios pararam por 20 dias. Pra hoje, a turma promete berreiro em frente à agência central dos Correios, na praça 15 de Novembro, no centro da capital. No ano passado, o protesto teve até caixão onde um funcionário representou simbolicamente o presidente Lula.

  •  

Deixe uma Resposta