• Postado por Tiago

Três representantes do Sindicato dos Mototaxistas de Itajaí foram pedinchar pro vereador Marcelo Werner (PCdoB) que dê uma força na criação de uma lei pra regulamentar o trampo da categoria, atualmente muito prejudicada pelos picaretas.

O vereador vermelhinho sugeriu a criação de uma minuta de lei, pra ser discutida com os trabalhadores do setor. A intenção do vereador é oferecer uma ajuda ao sindicato, que, representado por Nivaldo João Dias e Davi de Souza, está preocupado com a falta de respaldo. “Qualquer um que veste o colete se passa por mototaxista.  Alguns clandestinos trabalham embriagados e cai tudo em cima dos trabalhadores credenciados.  Não temos qualquer tipo de acordo legal com validade”, revelou Dias.

O número de mototaxistas credenciados em Itajaí, conforme estatística do próprio sindicado, chega a 140.  Mais da metade dos trabalhadores da categoria, no entanto, não tem porte de credencial.  Conforme Dias, muitos são os casos registrados de falsos mototaxistas que se passam por trabalhadores para ganhar dinheiro e se aproveitar da vítima. “Uma mulher pagou uma corrida e teve de pular da moto, pois o motoqueiro se recusou a parar no destino.  Tinha intenção de estuprá-la”, contou o representante do sindicato.

  •  

Deixe uma Resposta