• Postado por Tiago

A galera que precisou ontem dos serviços dos Correios se estressou pela falta de organização no atendimento da agência de Itajaí. O sistema de senhas da agência peixeira deu pau e quem tava por lá ficou feito barata tonta sem saber a ordem de atendimento, reclama o estudante Marcelo Silva, 23 anos.

O rapaz chegou pouco antes das 14h nos Correios. Ele encontrou um bocado de gente sentada sem saber o que fazer. “Os bancos não estavam organizados pro pessoal sentar. Não tinha como saber qual era a ordem de atendimento”, bufa. O estudante diz que na semana passada havia enfrentado o mesmo problema.

Marcelo conta que rolou até muvuca pela demora no atendimento. “Os clientes começaram a ficar revoltados porque tinha gente que tava ficando pra trás. Até o vigia da agência teve que levantar pra ficar de olho na desordem”, relatou.

O peixeiro já aproveitou pra dar aquele puxão de orelha nos funcionários dos Correios. “O atendimento é bem complicado na agência do centro. Eles param o trabalho e ficam de papo e os clientes que esperem”, detona.

Rodrigo Bicussi, advogado da Procon, disse que não tava sabendo do perrengue, mas se comprometeu a dar uma bizolhada de perto na situação. “Existe uma lei municipal que exige o atendimento organizado também nas agências dos Correios. Se não existe sistema eletrônico, pelo menos senhas de papel deve ter”, disse o procurador.

Pifou mesmo

A assessoria de imprensa dos Correios, que fica em Floripa, admitiu que o sistema de senhas da agência de Itajaí sofreu uma pane. “O problema começou nesta sexta-feira, mas uma empresa técnica já foi chamada e ficou de apresentar uma solução para o problema em 72 horas”, garantiu o assessor Luiz Martinelli Filho. Ele nega a desorganização no local e diz que o pessoal da agência organizou fila única pra receber o povão e que, por isso, o atendimento não foi prejudicado pela pane no sistema de senhas.

  •  

Deixe uma Resposta