• Postado por Tiago

INTERNA-_coluna-da-direita_lais-abramo_ABr-Elza-Fiúza

Laís Abramo, chefona da OIT no Brasil

Para Laís Abramo, diretora do escritório da OIT no Brasil, a situação dos jovens tupiniquins pode piorar com a crise financeira mundial. Apesar dos índices crescentes de empregos formais no país, Laís avalia que o ritmo atual deste crescimento é baixo em relação aos últimos anos e isso terá reflexos na empregabilidade para a juventude.

Para a chefona da OIT, o Brasil deu um salto importante na geração de empregos para jovens, porém as desigualdades regionais, de gênero e de raça continuam assolando a garotada no mercado de trabalho. As jovens negras, por exemplo, sofrem com dupla discriminação, de gênero e de raça. O desemprego entre elas chega a 77,9%.

  •  

Deixe uma Resposta