• 29 maio 2009
  • Postado por Tiago

CONTRA---s---ironman---oscar-galindez-foto-rubens-flores-21mai08

Dengue pode afastar tricampeão do Ironman Brasil

Uma notícia que deve ser confirmada nas próximas horas pela organização do Ironman pode mudar a lista dos favoritos da prova que rola domingo, em Floripa. Doente há alguns dias, o tricampeão da competição, o argentino Oscar Galindez, realizou exames e há suspeitas de que ele esteja com dengue.

Na chamada pra entrevista coletiva marcada pra esta sexta-feira, o nome do argentino figura assim como o de outros favoritos a vencer a disputa, que pelo nono ano seguido rola na capital da Santa & Bela.

Se ficar fora, Galindez será a segunda estrela a não participar do evento este ano. O alemão Olaf Sabatschus, bicampeão na capital e que, no ano passado, chegou em segundo lugar, sequer realizou a inscrição pra competição. A organização não soube informar o porquê da ausência do triatleta.

Sem os dois favoritos no páreo, os holofotes do Ironman voltam-se pra Fernanda Keller (bicampeã da prova), Reinaldo Colucci (vice-campeão em 2007), Eduardo Sturla (campeão em 2008) e pra norte-americana Heather Golknick, que faturou cinco vezes o Ironman do Havaí.

Os primeiros colocados no Ironman manezinho ganham o direito de participar da prova no Havaí, em outubro. Fora isso, levam pra casa uma bolada em dólares. O primeiro colocado embolsa sozinho oito mil verdinhas americanas. A disputa começa às 7h de domingo.

Disputa

Após percorrer o circuito da natação na manhã de quinta-feira, Reinaldo Colucci retirou o material que o credencia a participar da prova. Ausente da disputa no ano passado, ele acredita que seu favoritismo deve aumentar com o apoio da torcida em Floripa. ?O empurrão que recebemos nas ruas é muito importante e este ano estou no meu melhor condicionamento físico. Estou desde janeiro me preparando para esta prova e espero baixar meu tempo em relação a 2007. Quero estar na ponta?, planeja o triatleta, que no ano passado não participou da disputa.

Pra Colucci, os grandes adversários são os argentinos. ?O Galindez e o Sturla sempre chegam muito bem preparados para esta prova e são mais favoritos do que eu?, diz ele, que espera que o frio dê uma suavizada pra não dificultar o rendimento.

Números

O Ironman Brasil é o maior evento do gênero na América Latina. A estrutura já tá praticamente pronta na sede do clube 12 de Agosto, em Jurerê Internacional. Os números do Ironman são grandes, a começar pelos inscritos: 1,5 mil. Depois, o percurso da prova, que inclui 3,8 quilômetros de natação, 180 quilômetros de bike e 42 quilômetros de corrida. Fora isso, uma equipe de 4,7 mil pessoas, sendo 2,5 mil voluntários, que darão apoio à prova.

O primeiro atleta a cruzar a linha de chegada deve levar pelo menos oito horas e meia pra cumprir o percurso. Pra manter o corpo nutrido, mil latas de energético, 65 mil copos d?água, 300 quilos de cereais, 20 mil bananas, 300 quilos de bananas secas, mais de 15 mil litros de bebida isotônica, 2,5 mil laranjas, 6 mil litros de refri, mil maçãs, mil tangerinas, e 800 litros de sopa fazem parte do cardápio que será oferecido nos postos de apoio espalhados pelo percurso da prova.

Dinheiro bom

O Ironman acontece num período em que a rede hoteleira e o comércio da cidade pros lados do norte da ilha é meio morto. Por isso, a previsão de injeção de R$ 11 milhões na economia local deixa a turma animadinha. Hotéis, pousadas e casas pra aluguel tão abarrotados praqueles lados.

Fora isso, o comércio em geral também tá faceiro. Comerciantes que participam da Expo Ironman, uma grande tenda montada no clube 12 de Agosto, já sorriem com a bolada de dinheiro que vão faturar até domingo.

  •  

Deixe uma Resposta