• Postado por Tiago

Os peixeiros têm mesmo motivos pra ficar com o pé atrás com a gripe porca. Em três semanas, o número de casos confirmados não para de subir. Atualmente, oito pessoas já receberam a confirmação que foram contaminadas com o vírus H1N1. Os últimos dois casos foram confirmados ontem.

O boletim da secretaria da saúde informa que os dois peixeiros com a gripe porca são adultos, não tão internados e passam bem. Ainda há suspeitas de que 73 pessoas foram infectadas com o vírus na city.

A crescente demanda preocupa a secretaria da saúde peixeira, que encaminhou ontem à defesa civil uma montoeira de documentos relatando todos os problemas enfrentados, tentando agilizar o decreto de situação de emergência.

Situação de emergência a qualquer momento

A vice-prefeita e secretária da saúde, Dalva Rhenius, se mostrou preocupada com a falta de profissionais e afirma que o número de médicos não é suficiente. “Com o decreto, tudo ficaria mais fácil. Nós temos médicos ficando doentes e não temos quem chamar. Se estivéssemos em situação de emergência a contratação seria imediata”, explicou a secretária.

O major Sérgio Murilo de Melo, chefão da defesa civil peixeira, já recebeu a papelada e tá montando um relatório. Esse resumo será discutido com a procuradoria e com o prefeito, que vão decidir se é necessário ou não o decreto de emergência. “Eu pretendo entregar o relatório pronto hoje e já decidir pelo decreto ou não”, falou o major.

  •  

Deixe uma Resposta