• Postado por Tiago

O ex-prefeito de Balneário Camboriú, Rubens Spernau (PSDB), resolveu quebrar o silêncio que vinha mantendo sobre as CPIs propostas pela bancada governista na câmara de Vereadores, e soltou o verbo pra cima do líder do governo, Claudir Maciel (PPS). “Eu desconheço qualquer irregularidade cometida no meu governo. Isso é coisa de gente que não tem competência e quer jogar seus insucessos para cima dos outros”, lascou.

O tucano disse ainda que, durante sua gestão, todas as dívidas ativas da prefa eram ajuizadas no final do ano, então, a acusação dos caras é infundada. Spernau acredita que a criação da CPI que investigaria supostas renúncias de impostos que a prefeitura teria esquecido de cobrar é sem sentido, porque, segundo o cara, o governo tem todos os documentos em mãos e poderia levar os documentos diretamente para o Ministério Público. “Não sei o que este vereador (Claudir) está querendo com isso, já que ele faz parte do executivo e tem acesso a tudo. Você só pede CPI quando é oposição e não tem acesso aos documentos. Ele quer é jogar merda no ventilador para os outros cheirarem”, descascou o ex-prefeito.

O vereador não deixou por menos, e disse que o Spernau precisava ser mais educado ao tratar de um assunto tão sério. “CPI não é pro executivo e sim para o legislativo investigar as ações do executivo. O que temos comprovado hoje são R$13 milhões de dívidas de só uma pessoa física, e que a prefeitura deixou prescrever”, falou Claudir.

Ele ainda disse que a tal comissão que a gestão de Spernau criou para investigar a parada era só para inglês ver, já que a apuração dos caras sobre a renúncia fiscal não deu em nada. “Só fizeram uma formalidade para parecer que fizeram algo”, finaliza o vereador.

  •  

Deixe uma Resposta