• Postado por Tiago

INTERNA_20_abre_rua-paulo-hermert-cabeçudas_fotos-dona-mariquinha-(1)

Nesta semana empreiteira voltou a cavucar a rua sem resolver os problemas

Os moradores das Cabeçudas, em Itajaí, reclamam da avacalhação em que tá virada a rua Paulo Herbert. Vira e mexe, a rua alaga de merda ou as lajotas afundam dando lugar a uma cratera. A culpa, segundo Mário César Melo, subprefeito do bairro Fazenda, seria da empreiteira EIT, que não fez direito os serviços de repavimentação da rua.

De março até hoje, quatro reclamações de moradores já foram publicadas pelo DIARINHO. Três delas rolaram este mês. ?A melhor solução é juntar a prefeitura, o Semasa e a empreiteira responsável pra abrir toda a rua e ver o que está errado?, opina a aposentada Cléa Alves, 67 anos, de saco cheio com os problemas. ?Eles tão perdidos?, completa. Dona Cléa calcula que há dois meses a empreiteira EIT tenta consertar os problemas, sem sucesso. Na quinta-feira, os peões tavam lá novamente, futucando a estrada mais um pouquinho.

Seu Nélson Alves concorda com a esposa. Ele acha que os engenheiros e peões da EIT não sabem ao certo o que tão fazendo. ?Eles abrem, depois fecham. A preocupação é deixar tudo arrumadinho, bonitinho, mas tem que resolver o problema?, lasca, completando: ?imagina aqui no verão se continuar assim?.

O comerciante Marcelo Malagutti, 40, acha que a prefeitura só tá perdendo dinheiro ao remexer na rua sem dar um jeito divez no problema. ?Isso aqui tá mal organizado?, cutuca.

Malgatutti lembra que nas antigas os moradores juntavam seus esgotos num encanamento só, que desembocavam embaixo na ponte sobre um valão que tem ao final da rua. Isso facilitava a vida dos vizinhos e não existia problemas de entupimentos ou canos estourados. E a jornalista Denise Vieira, 47, já decidiu: vai se mudar dali. ?A rua inteira tá oca por baixo?, alerta.

Dona Cléa, seu Nélson, Malagutti e Denise fazem coro ao dizer que quanto mais a rua é mexida, pior ela fica. ?Daqui a pouco estoura tudo?, exagera Malagutti.

Subprefeito culpa empreiteira

Mário César, que até ontem ocupava a cadeira do subprefeito do bairro Fazenda, acusa a empreiteira EIT de ter aterrado mal a rua quando fez os serviços de repavimentação. Por isso, o chão cedeu e a peãozada da subprefeitura teve que abrir a rua pra ver o que tava pegando. Foi aí que descobriram vários canos quebrados, o que explicaria tanto vazamento, esgoto entupido e a fedentina terrível que se espalha pela vizinhança.

O subprefeito informou que de 80 a 100 tubos devem ser trocados. ?Na parte baixa da rua a tubulação é toda velha?, afirmou. Ontem foi o último dia de Mário César como subprefeito. Por isso, não sabia dizer quando o serviço será feito.

A partir de hoje, o novo abobrão da subprefeitura da Fazenda é o Jailson Fernandes.

  •  

Deixe uma Resposta