• Postado por Tiago

Mais um cliente do despachante Gil, empresa localizada na avenida Sete de Setembro, centro de Itajaí, veio procurar o DIARINHO pra contar que também levou um calote. Dessa vez o enganado foi Edmundo João Kock, que há um mês pagou uma boa bufunfa pra fazer o licenciamento da sua caranga, mas até hoje não recebeu o documento prontinho e nem sua grana de volta.

Ao todo, Edmundo gastou 850 pilas com o despachante. Ele tá indo tomar satisfações na empresa praticamente toda semana, mas nunca recebe uma resposta positiva. “Eu já devo ter ido umas cinco vezes. Eles nem desculpa dão”, reclamou.

A última vez que o cliente insistiu em ter seu documento ou, pelo menos, o dindim de volta, foi na sexta-feira retrasada. “Aí eles disseram que vão me dar o documento, mas não sabem quando”, bufou, irritado.

Edmundo ainda disse que no balcão do despachante Gil sempre tem confusão por conta dos calotes. “Sempre tem umas 10 pessoas reclamando”, contou.

Vários calotes

Desde o dia 11 de setembro, o DIARINHO já publicou quatro reclamações de clientes lesados pelo Despachante Gil, assim como Edmundo. A corregedoria do Detran anunciou que também recebeu denúncias e tá investigando o caso.

Tão fugindo da imprensa

Desde o começo da confusão, o DIARINHO tenta ouvir um representante da empresa. Semana passada, o filho do dono do Despachante Gil, de nome Taiguara, disse que iria conversar com a reportagem. Mas acabou dando um balão no DIARINHO.

Ontem pela manhã, a reportagem voltou ao despachante pra ouvir a versão do responsável pela empresa. Taiguara havia prometido novamente conversar com a reportagem. A repórter esperou mais de meia hora e não foi atendida.

À tarde o DIARINHO fez contato com a empresa. Foi marcado para às 17h a entrevista com Taiguara. No horário marcado, foi anunciado que ele não estava no escritório pra bater um papo com o DIARINHO. Mais uma tentativa foi feita por telefone, meia hora depois, mas ninguém atendeu a ligação – ou seja, o Taiguara tá mais pra jaguara….

  •  

Uma Resposta to “Surge mais uma vítima do Gil”

  1. belquiz Diz:

    Também fui vítima da safadeza que fizeram com os clientes no Despachante Gil. Além de ter perdido o dinheiro de dois carros que estão em atraso desde maio, ainda descontaram o último cheque predatado que seria somente para 10 de outubro. O pessoal que atende diz pra todos os reclamantes que não dêem queixa e nem façam BO, pois assim terão que fechar e não poderáo pagar às vítimas.
    Esta história tá mal contada, dizem que o culpado é o Emilsom, mas todos que trabalham ali nunca perceberam nada de errado? mais uma vez vamos ficar no prejú e na impunidade como tudo no Brasil?
    Ass. Professora.

Deixe uma Resposta