• Postado por Tiago

Desde o início de 2010, 31 crianças que estudam em creches peixeiras foram atingidas por um surto de diarreia. Os primeiros casos foram identificados pela vigilância epidemiológica no início de janeiro.

A caganeira da gurizada começou no último dia 13. Nos últimos dias, foram diagnosticados 10 casos na creche Elizabeth Malburg, 11 casos na João Vitorino, seis no Antonieta dos Santos e quatro no CEI Heluiz Gonzaça

Os barnabés da saúde recolheram amostras da água e dos alimentos ingeridos pela criançada após a confirmação dos casos e enviaram pra Floripa, onde serão feitas as análises.

O médico responsável pela diretoria de vigilância epidemiológica, Carlos Manuel Corrêa, esclarece que o verão é um período propenso pro aumento dos casos de diarreia, devido às altas temperaturas e à desidratação. “A ingestão de alimentos expostos ao sol, a pouca hidratação e a falta do hábito de lavar as mãos, são fatores que contribuem para o aparecimento das doenças diarreicas”, alerta.

  •  

Deixe uma Resposta