• Postado por Tiago

A suspeita de que uma mulher teria sido envenenada depois de ter tocado numa bombona de água mineral deixou a vigilância Sanitária de Balneário Camboriú no maior alvoroço esta semana. O chefão do órgão chegou a avisar a regional de Saúde e a dar uma bizolhada na distribuidora onde a mulé disse ter comprado a água. Por sorte, o envenenamento não ficou confirmado. Mas na dúvida, a vigilância garante que tá pegando pesado nos cuidados com a água que é vendida pro povão.

A mulher foi internada na quinta-feira no hospital do Coração, se sentindo muito mal, e uma amiga dela informou que a causa poderia ser o veneno estricnina, usado pra dar fim em ratos, que estaria na embalagem de uma bombona. O chefe da vigilância, Gilberto da Silva Junior, mandou fiscais pra darem um bizu na distribuidora de água. “Também avisamos à regional de Saúde porque a água é envasada em Camboriú, e se tivesse algum problema teria que ser verificado o que aconteceu”, contou.

O resultado dos exames da mulher, que não teve seu nome divulgado, saiu na manhã de ontem e comprovou que não rolou envenamento.

  •  

Deixe uma Resposta