• Postado por Tiago

O playboy Marcelo Vieira da Cuha, 23 anos, suspeito de ter participado do racha que terminou na morte do cabo da puliça militar, Cláudio Costa, no dia 29 de agosto, se apresentou ontem na depê de Porto Belo. O carro do militar foi acertado de frente por outra caranga, pilotada por Tiago Cabral, 18, que pela análise dos homisdalei tava participando da brincadeira assassina. Imagens de um posto de gasolina mostraram que Marcelo teria chamado Tiago pra corrida.

A desgraça rolou na avenida Governador Celso Ramos, por volta das 3h da matina. O cabo Costa, que tinha acabado de ser promovido na PM, voltava de uma festinha que ofereceu pros colegas de farda, dirigindo o Palio Weekend, placa AIL 1998 (Floripa), quando foi acertado pelo Vectra de Tiago, de placa MFC 5605 (Itapema), que tava na contramão.

O policial não resistiu à pancada e morreu na hora. Tiago quebrou uma perna e foi internado no hospital Santa Inês.

Dias depois do acidente, a puliça conseguiu imagens de um posto de gasolina, pertinho de onde rolou a tragédia, que revelaram que Tiago teria sido chamado pro racha pelo motora de uma Land Rover preta, identificado como sendo Marcelo. O cara, que tava pedido pela dona justa, se apresentou ontem na depê acompanhado de seu advogado, Cláudio Gastão da Rosa Filho.

O dotô disse que o cliente só não pintou antes na área porque tava viajando e garantiu que o filhinho de papai não tava participando de racha nenhum. O advogado jurou que o cara não tava brincando de pega-pega e nem dirigia em alta velocidade na hora do acidente.

O outro acusado de ter participado do racha, Tiago, tá engaiolado na delegacia de Porto Belo desde que saiu do hospital.

  •  

Deixe uma Resposta