• Postado por Tiago

CONTRA-CANTO---s---avai---savio-foto-rubens-flores-06jan10

Sávio prometeu honrar a camisa do Leão

O meia-atacante Sávio foi apresentado ontem à tarde, no estádio da Ressacada, como o grande reforço do Avaí pra temporada 2010. O jogador já fez todos os exames, assinou contrato e ainda hoje embarca pra Gramado, na serra gaúcha, onde irá se integrar ao grupo que fará a pré-temporada até o final da semana que vem.

Otimista, o jogador, que completará 36 anos de idade dia 9, conta que precisa de pouco tempo pra entrar em forma e que sua vivência na Zoropa ajudou a melhorar sua condição de atleta. Falou ainda que não pensa em aposentadoria e, portanto, promete fazer de um tudo pra manter o Leão na crista, brigando por títulos. ?Eu sei que a hora de parar vai chegar, mas ainda está longe. Minha paixão é o futebol. O meu projeto é focar no Avaí e nas competições que o clube tem esse ano. Estarei voltado totalmente para fazer o melhor. Vou jogar aqui o mesmo que joguei no Real Madrid e em todos os clubes pelos quais já passei?, garante.

Sobre as críticas que poderá receber por causa da idade, Sávio conta que o cala-boca virá dentro de campo. ?Não tenho medo das críticas. Vou fazer dentro de campo o que eu sempre fiz?, acrescenta.

O jogador conhece bem a Ressacada. Foi no sul da Ilha que ele vestiu pela primeira vez a camisa da seleção brasileira, em 1994, no mesmo ano em que Ronaldo Gorducho também sentiu o peso da amarelinha.

Sobre a ida pra Floripa, o jogador garante que tá pra lá de feliz. ?Foi um presente para mim e para minha família. Estou muito otimista, entusiasmado com essa nova oportunidade. Nunca prometi nada nos clubes que passei. Só prometo honrar a camisa e espero fazer isso aqui no Avaí?, encerra.

Além de Sávio, o zagueiro Émerson também foi apresentado ontem. O jogador, que tem o mesmo nome e atua na mesma função que o conhecido xerife avaiano, diz que traz na bagagem muito otimismo. ?Tenho muita raça. Consigo exercer uma liderança legal no grupo e espero no Avaí ter um ano abençoado, cheia de vitórias?, diz o ex-jogador do Botafogo, que adorava fazer gols contra, enfrentando o Flamengo.

  •  

Deixe uma Resposta