• Postado por Tiago

Andréia quer ajuda pra poder acompanhar o tratamento do filho

A navegantina Andréia Barbosa tá lascada. Além de desempregada, agora tem que ir pro Rio Grande do Sul socorrer o filho Estéfano, que adoeceu e precisa passar por um tratamento. Andréia procurou o DIARINHO pra pedir ajuda, já que não tem como se manter na terra da gauchada. O pessoal da secretaria de Bem-Estar Social da prefa dengo-dengo conseguiu as passagens para a mulher e diz que as otoridades da cidade pr?onde Andréia vai também darão uma força.

Estéfano tem 16 anos. Foi para Santo Ângelo, no estado vizinho, cuidar do avô velhinho e doente. Há poucos dias, conta Andréia, o filho descobriu que tem trombose e estaria até correndo risco de amputar as pernas. A mãe está desesperada e viaja hoje os quase 800 quilômetros pra ficar perto do filho e acompanhar seu tratamento.

O problema é que Andréia não tem um puto dum tostão. Conseguiu com a secretaria de Bem-Estar Social de Navega duas passagens. Ela vai acompanhada dos dois outros filhos. Um, que é de colo, não paga o transporte. Andréia pede ajuda do povão pra poder se manter por lá. Ela nem imagina quanto tempo terá que ficar no Rio Grande do Sul.

Regina Célia Corrêa, secretária do Bem-Estar Social de Navega, confirmou ao DIARINHO que Andréia ganhou as passagens pra ir pra Santo Ângelo. Além disso, a secretária teria ligado pro pessoal da assistência social da cidade gaúcha e para o conselho Tutelar de lá. As otoridades gaúchas teriam prometido ajudar a desempregada dengo-dengo no que for possível.

Quem quiser ajudar, o telefone de Andréia é (47) 9176-9867. O do seu marido, que vai ficar por aqui, é 8448-2200. O casal mora na rua Manoel Felício Adriano, nº 715, no centro.

  •  

Deixe uma Resposta