• Postado por frandiarinho

Tatá, o pequeno tamanduá-mirim resgatado pelo Ibama em Laguna, no sul do estado, passa bem e tá totalmente recuperado. Ele vive agora no Beto Carrero World e em breve será transferido pra área dos tamanduás, onde dividirá o espaço com um tamanduá-bandeira.

Hoje, Tatá está com quatro meses. Quando chegou no parque pesava apenas 800 gramas. Em um mês e meio de tratamento já dobrou de peso. Está agora com 1,5 quilo e tem 40 centímetros de comprimento. Ele vai demorar ainda mais seis meses para ficar adulto.

Por enquanto, explica Katia Cassaro, bióloga do parque, ele está sendo alimentado com iogurte, gema de ovos, ração e leite sem lactose. Natural da Mata Atlântica, é bem provável que Tatá tenha ficado órfão após sua mãe ser morta por cachorros.

Depois de passar pelo centro de triagem do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Tatá foi levado ao Beto Carrero. “Ele já está bem adaptado aqui”, conta Katia. Por enquanto, ele é o xódo do parque. O pequeno órfão passa os dias dormindo no departamento de Biologia do Parque recebendo muito carinho.

  •  

Deixe uma Resposta