• Postado por Tiago

Aprenda a valorizar seu trabalho

Se você for contar quanto tempo (em que está acordado) você passa em sua casa e em seu trabalho, certamente irá chegar à conclusão de que passa mais tempo trabalhando do que em casa. Sendo assim, o trabalho e as tarefas que você desempenha não podem ser algo penoso demais, certo? Caso contrário, a maior parte da sua vida será em função de algo que não lhe traz nada ou quase nada de bom.

Além disso, cada vez mais as empresas valorizam profissionais motivados, empenhados, comprometidos, portanto, é importante valorizar seu trabalho.

O primeiro passo é analisar se você gosta do que faz ou apenas faz porque precisa para subsistência. O trabalho é de extrema importância por causa da subsistência, mas se for só por isso, se for um fardo que precisa ser carregado apenas em função da necessidade, então talvez seja o momento de parar, analisar alguns aspectos e repensar seu trabalho.

Coloque numa balança os pontos positivos e os negativos do seu trabalho. Às vezes, você está focando apenas nas coisas ruins. Pense nas suas atividades diárias: você gosta do que faz? E o ambiente de trabalho, lhe agrada? Você consegue manter um bom relacionamento com seus colegas? As respostas para essas perguntas podem ser cruciais na hora de decidir o que fazer de sua vida profissional.

Se concluir que estava mesmo focando só nos pontos negativos da empresa, do trabalho, então comece a prestar mais atenção nas coisas positivas, inove, empenhe-se, comprometa-se com seu trabalho.

Se você chegar à conclusão de que não gosta do que está fazendo, que há mais pontos negativos do que positivos no seu atual trabalho, é hora de começar a ir atrás de outro. Às vezes é preciso mudar totalmente de área; verifique as oportunidades do mercado, envie seu currículo, busque novos horizontes que lhe faça mais feliz com seu trabalho!

Taísa da Silva Cassol é psicóloga clínica e organizacional – CRP 12/06288

[taisapsico@gmail.com]

LEITOR NO DIVA

L.I., 28 anos –Trabalho em uma empresa há algum tempo, no entanto, estou um pouco desapontado, pois algumas coisas simplesmente não andam, não mudam. Não sei o que fazer, preciso desse emprego. As tarefas são exatamente o que gosto de fazer, mas não estou satisfeito com o ambiente de trabalho. O que fazer?

Taísa – Se você está desmotivado, é preciso avaliar seu trabalho, os pontos positivos, negativos, o quanto você acha que vale a pena. Às vezes apenas gostar do que faz não resolve quando o ambiente não é legal. Pese os prós e contras de ficar na empresa e de sair, pesquise o mercado de trabalho, veja como estão as oportunidades. A partir disso, tome uma decisão.

  •  

Deixe uma Resposta