• Postado por Tiago

Sucesso no campo profissional

É comum ouvir pessoas reclamando do trabalho. Umas reclamam do chefe, outras dos colegas, outras da falta de tempo para dar conta de tudo, outras ainda de uqe não gostar do que fazem. No fim das contas todas querem a mesma coisa: sucesso, mas aparentemente pensam que este cairá do céu.

Quem está trabalhando em busca de sucesso profissional deve antes de qualquer coisa analisar sua trajetória profissional e avaliar se está indo pelo caminho certo. Perguntas simples como “é isso que quero fazer até a minha aposentadoria?” podem ser fundamentais para provocar mudanças radicais ou para dar um up na carreira.

Se não gosta do que faz, com certeza também não se dedica o suficiente e, portanto, vai acabar não tendo o sucesso que tanto espera. Para alcançar o sucesso é necessário dar o melhor de si, afinal o sucesso é consequência de uma série de fatores, de pequenas vitórias e perseverança.

Às vezes é mais fácil atribuir as dificuldades encontradas aos chefes, à empresa, aos colegas ou até à família, quando na verdade o mais importante é olhar para si, para suas atitudes e comportamentos e avaliar se elas o estão levando para o sucesso ou o fracasso.

Uma sugestão seria listar suas habilidades principais e também suas dificuldades principais. Tudo pode ser sempre melhorado, o que está bom pode ficar ainda melhor e o que não é um ponto forte pode vir a se tornar.

Se possível, converse com algum colega de trabalho, peça a opinião dele sobre as suas atitudes, habilidades e dificuldades. Feito isso, é hora de colocar mãos à obra e procurar mudar o que precisa ser mudado, melhorar o que precisa ser melhorado e deixar para trás o que precisa ser deixado para trás.

A partir disso, dê o melhor de si para desenvolver novas habilidades e competências, busque se informar, conhecer, adquirir conhecimento, dedique-se ao seu trabalho (só não vá tornar-se um workaholic).

Você irá assimilar novos conhecimentos, habilidades através de suas ações. Continue avaliando seus comportamentos e atitudes e verificando o que já melhorou e o que ainda está sendo trabalhado. O sucesso certamente será uma consequência.

Taísa da Silva Cassol é psicóloga clínica e organizacional – CRP 12/06288

[taisapsico@gmail.com]

  •  

Deixe uma Resposta